Ignorar e seguir para o conteúdo Ignorar e seguir para o menu de navegação

Explicação sobre rebote: Saiba como evitar o perigo

Visão geral


Rebote é o termo usado para descrever o repentino movimento para cima que as barras da motosserra fazem, sendo uma das causas mais comuns de acidentes com motosserra. Se as técnicas de corte apropriadas não forem seguidas, o rebote de uma motosserra pode ocorrer em velocidade relâmpago, com alto potencial de perigo e de graves ferimentos.

 

Tópicos

O que causa o rebote da motosserra?

Zona de perigo de rebote

Como reduzir o risco de rebote

Você não é um usuário experiente de motosserra? Use uma corrente de baixo rebote

 

 

O que causa o rebote da motosserra?

Duas circunstâncias podem causar rebote durante o uso de uma motosserra. A primeira ocorre quando a corrente em movimento na ponta da barra atinge um objeto. A segunda situação ocorre quando a madeira se aproxima e pinça a corrente da motosserra no meio do corte. Ambas as situações fazem com que a barra de motosserra projete (ou dê um “rebote”) para cima e para trás, o que pode fazer com que o usuário perca o controle da serra e resultar em ferimentos a ele ou a outras pessoas.

 

Os seguintes fatores (individualmente ou combinados) podem aumentar o risco de rebote da motosserra:

 

  • Manutenção inadequada da serra
  • Corrente em mau estado
  • Corrente da motosserra com tensão frouxa
  • Instalação incorreta de peças da corrente
  • Rebites soltos
  • Componentes da corrente da motosserra tortos, rachados ou quebrados
  • Ângulos da corrente afiados incorretamente
  • Ajustes excessivos do calibrador de profundidade da corrente
  • Formatos incorretos do calibrador de profundidade da corrente

 

Além disso, quanto maior for o tamanho do sabre, maior será o risco de rebote.

 

 


 

Zona de perigo de rebote

 

kickback_barsize_440x440_PTBZ.png

A “zona de perigo de rebote” refere-se ao topo da ponta do sabre de motosserra. Essa área tem alto risco de rebote. Nunca serre usando essa parte do sabre da motosserra, pois isso aumenta significativamente as chances de rebote.

 

Quando essa área do sabre toca um objeto como um galho ou tora, existe alta probabilidade de que ocorra uma repentina reação de rebote. Quanto maior for o tamanho da ponta do sabre, maior será a chance de rebote da motosserra.

 


 

Como reduzir o risco de rebote

  

Passo 1: Antes de usar uma motosserra mova, leia integralmente as instruções operacionais.

 

Passo 2: Ao usar uma motosserra, permaneça constantemente em estado de alerta.

Se você estiver cansado, esta não é uma boa hora para usar uma motosserra.

 

Passo 3: Seja especialmente cuidadoso ao remover galhos de árvore.

O rebote pode ocorrer durante a poda, caso a ponta do sabre atinja toras, troncos, galhos ocultos e a extremidade de toras.

 

Passo 4: Ao preparar uma árvore para derrubada, use a parte inferior do sabre (também chamada de corrente de extração).

Nunca serre acima da altura dos ombros. Essas duas práticas ajudarão a reduzir o risco de rebote durante a poda de árvores e a derrubada de objetos (arbustos, árvores pequenas) que estejam bloqueando seu caminho.

 

Passo 5: Se você estiver usando a serra para derrubada ou corte transversal, introduzir o sabre de motosserra no tronco pode ser a melhor forma de realizar o corte.

No entanto, a melhor forma de evitar o rebote é evitar posicionar a ponta do sabre de motosserra contra a madeira.

 

Passo 6: Antes de usar a serra, verifique se o freio da corrente está funcionando.

 

Passo 7: Preste atenção à ponta do sabre de motosserra e ao seu posicionamento.

 

Passo 8: Escolha uma corrente de motosserra de baixo rebote.

Ao comprar uma corrente da motosserra, escolha uma opção para suas necessidades que tenha o menor potencial de rebote.

 

Passo 9: Use sabres de ponta estreita, como os sabres Oregon Double Guard, para assegurar máxima segurança contra rebotes.

 

Passo 10: Use roupas e equipamentos corretos para proteger as áreas que comumente sofrem ferimentos:

Passo 11: Evite roupas muito apertadas ou muito largas.

Passo 12: Ao realizar cortes, certifique-se de que os polegares e dedos estão totalmente posicionados em torno das alças da motosserra.

Passo 13: Ao realizar manutenção, siga todas as instruções fornecidas com a corrente de motosserra.

Isso ajuda a minimizar o risco de ferimentos.

 


 

Você não é um usuário experiente de motosserra? Use uma corrente de baixo rebote

A maioria das motosserras modernas incorpora recursos que reduzem o rebote e outras fontes de ferimentos relacionados a motosserras. Esses recursos integrados incluem freios de corrente, o protetor de mão dianteiro (esquerdo), o protetor de ponta do sabre e barras e corrente de rebote baixo ou reduzido. Para garantir a eficácia desses recursos de segurança, você deve se certificar de que sua motosserra está corretamente montada e de que todos os componentes estão firmemente instalados e funcionando.

 

 

A menos que seja experiente ou tenha recebido treinamento para reagir a um rebote de motosserra, você deve usar uma corrente de baixo rebote. Na América do Norte, correntes de baixo rebote trazem uma etiqueta verde do American National Standards Institute (ANSI).

 

Observação: Algumas embalagens de produtos Oregon mais antigas podem identificar uma corrente de baixo rebote por meio de uma etiqueta azul.

 

whitebox-10x10


Correntes da motosserra profissionais têm uma etiqueta amarela com uma advertência. Esse tipo de corrente da motosserra não é de baixo rebote e se destina apenas ao uso por operadores profissionais de motosserra.

 

whitebox-10x10
Voltar para o início